Últimas Notícias
Brasil

Escola suspende aulas presenciais após 3 casos de Covid em servidores da educação em Ariquemes, RO

Alunos da Escola Estadual Heitor Vila Lobos foram dispensados até 22 de outubro, sexta-feira.

Alunos da Escola Estadual Heitor Vila Lobos, em Ariquemes (RO), foram dispensados após três profissionais da educação testarem positivo para o coronavírus. 



A informação foi divulgada nesta terça-feira (19), um dia após o governo estadual publicar decreto liberando retorno total das aulas presenciais.

Segundo a equipe gestora da escola, os casos de Covid-19 dos três trabalhadores foram informados à escola na segunda-feira (18). Eles estão com sintomas leves.


À Rede Amazônica, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informou que os servidores positivados com o vírus não tiveram contatos com os alunos.


Devido aos casos positivos e seguindo o protocolo de Saúde, as aulas da Escola Heitor Vila Lobos foram suspensas até o dia 22 de outubro para todos os alunos.


No comunicado, a direção da escola pediu que se algum outro servidor ou aluno apresente sintomas da doença, que faça o teste da Covid-19 e, caso seja positivado, que comunique a escola.


As aulas presenciais em Ariquemes foram retomadas tanto na rede municipal quanto estadual.


O retorno 100% presencial do ensino da rede municipal foi na segunda-feira (18), mesmo dia em que o estado publicou decreto liberando o retorno do ensino presencial.


Segundo o estado, apenas os estudantes com comorbidades podem permanecer em aulas não presenciais depois que os responsáveis apresentarem o laudo comprovando as condições de saúde às escolas.


As escolas públicas estaduais também precisam seguir os percentuais de ocupação das salas, observando o contexto em cada município e as medidas de biossegurança.


O que fazer em caso positivo de Covid?

O decreto estadual determina que as escolas devem notificar à vigilância epidemiológica municipal os casos confirmados de Covid-19 em estudantes, professores e demais trabalhadores, avaliando a suspensão temporária, total ou parcial das aulas, se necessário.


As instituições devem promover ações de educação em saúde, realizando busca ativa daqueles que ainda não estão imunizados ou com a segunda dose ou dose de reforço.(G1RO)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade