Últimas Notícias
Brasil

OPERAÇÃO RESTRICTUS: Membros de grupo criminoso são presos acusados de homicídios

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada na Repressão de Crimes Contra a Vida(Homicídios) de Cacoal, deflagrou nesta quinta-feira(09) mais uma operação em resposta aos homicídios ocorridos no município.


A ação policial resultou no cumprimento de três mandados de prisão temporária e quatro de busca e apreensão. O trabalho é fruto das investigações originadas no Inquérito Policial que apura a relação entre uma tentativa de homicídio ocorrida em maio deste ano e organizações criminosas criminosas.

Segundo as investigações, que estão sendo presididas pela delegada Érica Nathália Demarchi, os suspeitos executaram o crime a mando de uma facção criminosa.

O inquérito policial apresentou indícios de que o crime e outras mortes, ocorridas nestes últimos dias, estariam relacionados a disputa de facções criminosas pelo domínio do crime no município.  

Os agentes do Serviço de Investigação e Capturas - Sevic identificaram os suspeitos da ação e os membros da Orcrim que deram ordens ao crime. 

Diante das informações, a autoridade policial representou pelos mandados de prisão e busca nas residências dos suspeitos.

Na manhã de quinta-feira (09/06), policiais civis da Regional de Cacoal, com apoio de policiais militares deram cumprimento a 07 medidas cautelares.  

O nome da operação “Restrictus” vem do latim e significa restringir e é uma referência a disputa pelo domínio territorial das organizações criminosas em restringir uma a ação da outra. 

Nesse sentido, a Polícia Civil deflagrou a operação para demonstrar a soberania de um Estado dentro do território, atendendo os anseios da população, demonstrando que aqui ainda existe lei e o Estado é quem manda.

Fonte: 



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade