Últimas Notícias
Brasil

Agevisa emite alerta epidemiológico após casos suspeitos de varíola do macaco em Rondônia

A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) emitiu nesta semana um alerta epidemiológico para todo o Estado. Com isso, todas as vigilâncias epidemiológicas em Rondônia ficam em alerta para a detecção, notificação e investigação imediata de casos suspeitos.


No último sábado (6), o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, publicou em redes sociais que há dois casos suspeitos de Monkeypox (varíola do macaco) em investigação em Rondônia.

Segundo a Agevisa, as pessoas com suspeita da doença estão isoladas e clinicamente bem. Os casos estão sendo investigados, para esclarecimento diagnóstico, com coletas de amostras biológicas que foram encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen), para processamento local.

Além disso, as amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Referência Nacional (Fundação Ezequiel Dias em Minas Gerais).

Os sintomas iniciais costumam ser:


  • • febre
  • • dor de cabeça
  • • dores musculares
  • • dor nas costas
  • • gânglios (linfonodos) inchados
  • • calafrios
  • • exaustão


Dentro de 1 a 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo.

As lesões passam por cinco estágios antes de cair, segundo o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos. A doença geralmente dura de 2 a 4 semanas.

O uso de máscaras, o distanciamento e a higienização das mãos são formas de evitar o contágio pela varíola dos macacos.

Fonte: DIÁRIO DA AMAZÔNIA.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade