Últimas Notícias
Brasil

Durante perseguição, viaturas da PRF batem de frente e uma delas tomba

Motorista de um carro prata, que estava sendo perseguido, acabou fugindo durante o acidente

Perseguição na tarde desta segunda-feira (30), acabou em acidente envolvendo duas viaturas da PRF (Polícia Rodoviária Federal) que colidiram de frente e uma delas acabou tombando, no cruzamento das ruas Texas e Monte Aprazível, Bairro Indubrasil, em Campo Grande.



Testemunhas no local disseram que uma das viaturas passou reto pelo cruzamento e acabou sendo atingida pela outra. O motorista de um carro prata, que estava sendo perseguido, acabou fugindo.


Com a batida, uma das viaturas tombou e a outra atingiu um poste de energia que acabou caindo na Rua Monte Aprazível, com isso, uma das casas ficou sem energia. Por isso, concessionária Energisa foi acionada.

Ainda segundo relatos de testemunhas, dois policiais sofreram ferimentos, mas não há detalhes. Houve ainda um princípio de incêndio que chegou a se alastrar para área de mata, mas as chamas foram controladas. Ainda não há detalhes do que teria causado o acidente, quais seriam os motivos e quem estava sendo perseguido.


No local, há aproximadamente quatro viaturas da PRF, além das envolvidas no acidente, assim como diversos agentes da corporação. Também há equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Trânsito.

À reportagem, o comerciante Dimas Antônio Silva, 63 anos, contou que estava na pousada onde mora e ouviu as sirenes e, em seguida, um "estrondo forte". A luz da pensão acabou, ele saiu e viu as viaturas batidas.


Ao Campo Grande News, a PRF informou que houve uma confusão de rota, mas ainda não há informações sobre o motivo da perseguição e que o foco agora são as vítimas. Além disso, confirmou que dois policiais sofreram ferimentos leves e foram levados para atendimentos e que os detalhes do caso ainda estão sendo apurados.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade