Últimas Notícias
Brasil

Onça-pintada é 'cancelada' na internet por predar capivara, e biólogo diz: 'perderam a noção da vida na natureza'

Em conversa com o site, o biólogo Gustavo Figueirôa explicou que a cena é completamente normal e demostra a vida em natureza da forma que ela é.

Após a divulgação de uma série de fotos que mostram uma onça-pintada predando uma capivara no Pantanal de Mato Grosso do Sul, feitas pelo estudante de biologia João Pedro Salgado, o felino foi "cancelado" no Twitter por estar "almoçando". A repercussão dos internautas chocou várias profissionais ligados à vida selvagem.



A publicação, feita por João Pedro Salgado nas redes sociais, dividiu opiniões. De um lado, alguns comentários debocharam da situação e compararam a situação com homicídios: "vou começar a postar fotos e vídeos de pessoas sendo mortas em assistentes [acidentes] e assassinadas...", veja o post abaixo.

Disse um internauta nas redes sociais.


Do outro lado, biólogos defenderam o registro feito por João Pedro Salgado, dizendo que as fotos mostram fielmente como a natureza é. Em conversa com o g1, o biólogo Gustavo Figueirôa explicou que a onça é um carnívoro estrito, que significa que o animal se alimenta apenas de carne.


"Eu fico assustado, as pessoas não têm noção básica da natureza, aquela cena não tem nada de errado. Os animais estão no ambiente que elas deveriam estar. Os comentários das pessoas mostram que eles não têm noção de como funciona a natureza", enfatizou o biólogo.

Tanto Figueirôa, como João Pedro Salgado, acreditam que a desinformação e o entendimento raso sobre a natureza geraram os comentários nas redes sociais.


"A pessoa tenta vilanizar a situação, as coisas acontecem na natureza, não é como um quadro da casa da nossa vô, onde tem uma criança abraçada a um tigre. Na natureza é um morrendo para outro viver, lei da sobrevivência", comenta Figueirôa.

Em outro post, um twiteiro escreve: "temos tecnologia o suficiente para produzir proteína vegetal e alimentar estes bichos, protegendo a vida de milhares de animais em extinção". Veja o post abaixo.

Tweet foi feito por internauta.


Susto, repercussão e preocupação



João esperava uma repercussão com a sequência de fotos, mas não tanta. O estudante de biologia fez o registro na primeira vez que veio ao Pantanal. "Acho que isso mostra o descolamentos da natureza que as pessoas estão no momento. Algo preocupante no meu ponto de vista, pois um dos lemas da conservação é 'conhecer para preservar', como vamos preservar algo que as pessoas estão demonstrando ao menos conhecer?", questionou.


A preocupação de João, levantada através dos comentários, é compartilhada por Gustavo também: "primeiro fica o alerta de que as pessoas precisam de uma formação básica. Hoje as pessoas na internet têm muito juízo de valor, pessoas que não entendem o assunto e criticam o assunto", detalhou o biólogo.


Ambos acreditam que a grande repercussão também se deu pelo animal predado ser uma capivara. "Temos mais contato com a capivara, ela faz parte do dia a dia de muitas pessoas. A capivara é mais 'fofinha'. A cena é forte e mostra a realidade, mas é como se fosse um jacaré ou outro animal sendo comido".


"Isso demonstra um comportamento preocupante de visão da natureza que algumas pessoas possuem. Os animais precisam ser animais, a cena não é cruel ou algo do tipo. A cena é simplesmente a vida em seu estado mais puro", finalizou João Pedro Salgado. (G1)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade