Últimas Notícias
Brasil

Imposto de Renda: Receita abre nesta quinta consultas a lote residual de restituições

Restituição será paga a quem caiu na malha fina na declaração e regularizou situação. Depósito será em 31 de março; 212 mil contribuintes receberão valores.

A Receita Federal informou ter aberto nesta quinta-feira (24), a partir das 10h, as consultas a mais um lote residual de restituições do Imposto de Renda de Pessoa Física 2021, referente ao ano-base 2020, e a anos anteriores.



Os lotes residuais são os de contribuintes que caíram na malha fina, mas depois regularizaram as pendências.


As consultas podem ser feitas:


na página da Receita na internet;

pelo aplicativo para tablets e smartphones.

Ao todo, 212.711 contribuintes receberão R$ 210 milhões em 31 de março, de acordo com a Receita.


Desses, R$ 80,7 milhões referem-se a contribuintes com prioridade no recebimento dos valores (idosos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e aqueles cuja maior fonte de renda seja o magistério).


Malha fina

Em setembro do ano passado, a Receita informou que quase 870 mil contribuintes tinham caído na malha fina do Imposto de Renda 2021.


Segundo o órgão, foram entregues 36.868.780 declarações este ano. Destas, 869.302 declarações foram retidas em malha – 2,4% do total de documentos entregues.


Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).


Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.


Veja o passo a passo do extrato do IR

As restituições de declarações que apresentam inconsistência (em situação de malha) são liberadas apenas depois de corrigidas pelo cidadão, ou após o contribuinte apresentar comprovação de que sua declaração está correta.


Havendo pendências, há três alternativas:


  • Corrigir a Declaração apresentada, sem qualquer multa ou penalidade, por meio de Declaração retificadora, se houver erros no que foi declarado à Receita Federal. Essa correção não será possível depois que o contribuinte for intimado ou notificado;

  • Aguardar comunicado da Receita Federal para apresentar documentação que explique a pendência apresentada no Extrato;

  • Apresentar, de forma virtual, todos os comprovantes e documentos que atestam os valores declarados e apontados como pendência no Extrato. Para apresentar os documentos, é necessário verificar atentamente as orientações do Extrato do Processamento da DIRPF e formalizar um Processo Digital para a Malha Fiscal por meio do Portal e-CAC. Para informações sobre o Processo Digital da Malha Fiscal, consultar Malha Fiscal - Atendimento, a partir do espaço Onde Encontro.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade