Últimas Notícias
Brasil

Fies divulga lista de pré-selecionados nessa sexta-feira (18)

 

Próxima etapa é complementar informações e entregar documentos.

 

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2022 publica nessa sexta-feira (18) a lista com os nomes dos candidatos pré-selecionados para o financiamento. Inscritos devem conferir no portal Acesso Único se estão com nome na lista e seguir o prazo do cronograma para garantir o benefício.


Quem for pré-selecionado deverá, obrigatoriamente, complementar as informações dadas na inscrição. Após isso, seguindo o edital do Fies, deverá validar os dados com a documentação em até cinco dias úteis na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA).

Os documentos de comprovação poderão ser entregues de forma presencial ou de forma digital/eletrônica. Outra exigência aos selecionados é a validação das informações prestadas a um agente financeiro em até dez dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente à data de validação da inscrição pela CPSA. Nesse caso, também é necessária a entrega física ou digital/eletrônica da documentação exigida e especificada nas normas vigentes para contratação.

Com a provação do agente financeiro, o estudante deve seguir com a formalização da contratação do financiamento no prazo de 21 a 23 de março. Pelo cronograma do Fies, a convocação dos selecionados na lista de espera deve sair no dia 24 de março.

Bolsas de estudo para faculdade

Quem não quiser estudar com financiamento estudantil, ou não conseguir ser contemplado com uma das vagas do Fies, pode continuar com o sonho de estudar através de bolsas de estudo disponibilizadas por programas de inclusão educacional de iniciativas privadas como o Educa Mais Brasil. 

O programa oferece bolsas para todas as modalidades de ensino, incluindo graduação, com até 70% de desconto para cursos presenciais e a distância, em parceria com milhares de instituições de ensino de todo o país. 

As inscrições podem ser feitas ao longo de todo o ano e não precisa de nota do Enem ou comprovante de renda. Por não se tratar de financiamento e, sim, de bolsa de estudo, após o término do curso não é preciso pagar nada.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade