Últimas Notícias
Brasil

Caso do bebê baleado na cabeça por criminosos completa dois meses e mais um suspeito é preso, em RO

Polícia suspeita que quatro pessoas estão envolvidas na ação. Disparos foram direcionados para o irmão da vítima, que é menor de idade, mas balas acertarem bebê.

O caso do bebê baleado na cabeça durante um tentativa de homicídio, em Ariquemes (RO), completou dois meses e mais um suspeito de participar da ação foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (16). Wesley Araújo dos Santos foi encontrado e preso em Rio Crespo (RO).

Raio-x mostra bala alojada no corpo de bebê baleado em Ariquemes 


Segundo investigação conduzida pela delegacia de Ariquemes, o autor dos disparos que atingiu o bebê é um adolescente de 17 anos. Ele foi encaminhado até Centro Socioeducativo da cidade alguns dias depois do crime, quando se entregou à polícia, acompanhado da mãe e de um advogado.


A intenção do adolescente suspeito era matar o irmão da vítima, que também é menor, mas os tiros atingiram a criança, enquanto ela dormia dentro de um dos quartos da casa do Setor 9.


O bebê ficou com um projétil alojado no ombro e outro na cabeça e precisou passar por cirurgia.


Segundo a Polícia Civil, além do adolescente outras três pessoas teriam envolvimento na ação. Um deles foi preso há cerca de 20 dias. Os outros dois são os suspeitos de emprestar ao adolescente a arma usada no crime e ajudar ele a fugir.


Com a prisão de Wesley Araújo, nesta quarta-feira, a polícia pede ajuda da população para identificar a localização do último suspeito, identificado como Elison da Silva Venâncio (veja a foto dele abaixo).

Elison da Silva Venâncio, suspeito de envolvimento na tentativa de homicídio de bebê 


Informações sobre o paradeiro dele podem ser podem ser repassadas através do número 197. (G1RO)




« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade