Últimas Notícias
Brasil

Pastor é denunciado por suposto estupro a bebê de 3 anos em Porto Velho

Avó da criança foi quem avisou a PM sobre o suposto estupro da neta. Exame de corpo de delito da criança ainda não foi divulgado e, por causa disso, o pastor não pôde ficar preso.

A avó paterna de uma bebê de três anos procurou a polícia para denunciar um pastor de Porto Velho por suposto estupro contra criança.

Menina foi internada no Hospital Cosme e Damião

O caso começou a ser atendido pela Polícia Militar (PM) na última quinta-feira (4), após a guarnição ser acionada para averiguar uma situação de estupro de vulnerável na rua Beira Sul, bairro Três Marias, na zona leste.


Segundo relato da mulher à polícia, ao ir dar banho na bebê, sua neta reclamou de dor nas partes íntimas. Estranhando a reação da criança, a avó começou a fazer perguntas no intuito de descobrir o que teria acontecido.


Depois de um tempo, a neném relatou que o "pastor teria colocado o parafuso na frente e atrás".


A avó da criança disse ainda que é costume da mãe da bebê deixá-la na sua casa e que o suspeito de ter cometido o estupro é monitorado pelo sistema penitenciário, e o mesmo sempre acompanha a mãe da criança quando esta vai deixar a bebê na residência da avó.


Após ouvir a avó, a PM levou a criança e uma tia, como responsável, ao Hospital Infantil Cosme e Damião em Porto Velho.


Na ocorrência consta que o hospital internou a menina e avisou que a PM deveria acionar o Instituto Médico Legal (IML), para que fosse feito exame de corpo de delito. Esse laudo deve apontar se a menina foi estuprada.


O resultado do exame de corpo de delito da criança ainda não foi divulgado e, por causa disso, o pastor não pôde ficar preso. O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.(g1ro)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade