Últimas Notícias
Brasil

Através de fotografia, mãe e padrasto reconhecem rapaz que morreu atropelado na BR 174; jovem tinha 24 anos e enfrentava depressão

Rubens Ideron havia saído de casa para andar de bicicleta

Através da fotografia enviada pela funerária de Comodoro (MT), que recolheu o corpo do jovem atropelado na noite de ontem, na BR 174, próximo a Vilhena, a mãe e o padrasto dele fizeram o reconhecimento.

 


Na redação do site, a servidora pública da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin) se abalou ao ver a imagem do filho morto. O jovem de 24 anos se chamava Rubens Ideron dos Santos.

 

Formado em engenharia da computação, Rubens saiu de casa ontem dizendo que iria andar de bicicleta. Como ele estava demorando a voltar, o padrasto, que é professor, e a mãe, que mora em Vilhena há 18 anos, foram procurá-lo, mas não o encontraram.

 

Segundo o casal, Rubens voltou à cidade há dois anos, depois de concluir seu curso. Desde que retornou, ele enfrentava problemas de depressão, mas vinha recebendo acompanhamento médico e tratamento.(Folha do Sul)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade