Últimas Notícias
Brasil

Flamengo massacra Bahia com 3 de Gabigol e salta ao G6 do Brasileirão

Com a vitória por 5 a 0 deste domingo, Rubro-Negro se torna o sexto colocado do Campeonato Brasileiro, com dois jogos a menos


Em meio a jogos decisivos pelas oitavas de final da Libertadores, o Flamengo optou por não poupar jogadores e, na estreia de Gabigol neste Campeonato Brasileiro, viu o letal camisa 9 marcar três gols, que não foram os últimos, pois Pedro e Vitinho entraram e fecharam a goleada sobre o Bahia por 5 a 0, no Estádio do Pituaçu, neste domingo, pela 12ª rodada.

Flamengo massacra Bahia com 3 de Gabigol e salta ao G6 do Brasileirão

O triunfo fora de casa leva o Rubro-Negro ao G6, na sexta colocação, com 18 pontos - um a mais em relação ao Tricolor.


Mais um para a estatística

O Flamengo conseguiu ser dominante desde o primeiro minuto. Teve volume, posse de bola no campo de ataque e empilhou chances, construídas dos dois lados - mesmo com a marcação baixa do Bahia. E foi na base da imposição que Arrascaeta recebeu em boa trama até ser parado por Nino: pênalti.


Para variar, Gabigol, ao seu melhor estilo, fez Matheus Teixeira entrar para a estatística ao fazer dele mais um goleiro que nem sequer sai na foto. Só nesta temporada, foi o sétimo pênalti convertido por Gabi com o mesmo roteiro.


Por que empolgou

Empolgou. Quem nunca leu isso numa manchete? Pois bem, o Flamengo fez por onde apelarmos para um clichê, já que massacrou um acuado Bahia e nem de longe fez a torcida lembrar-se do pífio desempenho da última quarta, pela Libertadores. Diego voltou voando e parecia que nem tinha se lesionado gravemente, há duas semanas; Arão deu um toque refinado na saída de bola; a zaga esteve bem, Arrascaeta distribuiu categoria; Isla foi protagonista no apoio... E Gabigol foi o Gabigol de sempre. Num dos ótimos avanços de Isla ao longo do primeiro tempo, o camisa 9 escorou e voltar a marcar.


Animação do Bahia parou com Gabigol

Para o segundo tempo, Dado Cavalcanti cobrou as linhas mais altas para forçar o erro do Flamengo a todo instante. Surtiu efeito nos primeiros 15 minutos, quando, neste ínterim, Diego Alves teve que trabalhar, Gilberto perdeu boa chance, Galdezani ficou no travessão.


Mas a reação parou em Gabigol. Antes de deixar o campo para descansar, como metade do time titular depois do terceiro gol, o centroavante recebeu uma bola em diagonal de Everton Ribeiro, dominou ajeitando e tocou com categoria para fazer "barba, cabelo e bigode" no jogo. Ali era o nocaute em cima dos mandantes.


Espaço para golear

Com o Bahia abatido, o Flamengo, em ótima exibição coletiva, tinha espaço para golear... e humilhou. Pedro e Vitinho entraram no decorrer do segundo tempo e completaram o placar elástico.


O primeiro - à la Ibrahimovic entre os zagueiros - marcou depois do segundo cruzar uma bola com perfeição. Depois, com naturalidade e contando com ótima jogada do garçom Arrascaeta, o camisa 11 fechou a goleada, já nos minutos derradeiros. Noite perfeita do Fla.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade