Últimas Notícias
Brasil

Moradores irão fechar a Estrada da Penal em protesto contra o DER

Obra do governo estadual rasteja desde outubro de 2021 e nova promessa não se cumpriu

Os moradores da estrada da Penal (RO-005) anunciaram que farão na próxima segunda-feira, dia (25), outro protesto para chamar a atenção do governo estadual com a demora para a conclusão do acesso aos portos do Baixo Madeira. 

Moradores irão fechar a Estrada da Penal em protesto contra o DER


Nessa rodovia é grande o fluxo de carretas carregadas de grãos e combustíveis, e apesar da importância econômica da via, o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER-RO) não vem realizando a obra conforme o prometido.


O produtor rural e empresário Miguel do Livramento Machado, que tem comércio e propriedade rural no KM-13, disse que a obra chegou a ficar paralisada por três semanas seguidas, com a alegação de que o DER-RO não tinha combustível. “Até o carro-pipa que foi destinado para jogar água e reduzir a poeira foi retirado daqui”, questionou. Miguel disse que o risco de acidente é alto devido a poeira que forma tirando a visibilidade dos condutores de veículos.


Além das carretas tipo bi-trem que circulam até os portos de grãos e de combustíveis diversos veículos também transitam na estrada que é o único acesso terrestre as comunidades do Baixo Madeira. A via também dá acesso ao roteiro de turismo de águas que um grande projeto econômico do município de Porto Velho.


O caminhoneiro Idelvandro Matias de Souza disse que não bastando o alto custo do frete devido ao preço do diesel, ainda tem os danos e avarias nos caminhões causados no trecho não asfaltado. “Aqui é assim: no verão a poeira toma de conta, e quando chega o inverno esse lugar vira um atoleiro sem fim”, reclamou.


Histórico do problema

O trecho citado é de 1,5 quilômetros que está sem asfalto desde o ano 2020, quando a construtora abandonou a obra alegando inviabilidade. Na época, os moradores fizeram diversos protestos por causa do abandono até que o governo estadual assumiu o compromisso de concluir a obra com execução direta, através do DER-RO, que ficou de concluir o asfaltamento do trecho crítico até outubro de 2021, o que não ocorreu. Após outra manifestação dos moradores o DER deu novo prazo de conclusão até fevereiro de 2022, no entanto, até o momento o trecho continua inacabado.


No próximo protesto do dia 25, os moradores também cobrarão resposta sobre a promessa de asfaltamento da Expresso Porto, o anel viário que desviará o tráfego pesado que atualmente circula pelo perímetro urbano de Porto Velho.


Sem resposta

No último dia 17 desde mês, a reportagem do Diário da Amazônia enviou E-mail para a assessoria do governo do estado em busca de informações sobre o abandono da obra e da alegação dada aos moradores de que o DER estava sem recursos para a compra de combustível. Até o fechamento desta reportagem, a assessoria do Governo de Rondônia não deu resposta sobre os questionamentos e nem sobre a previsão de conclusão da obra de asfaltamento da rodovia RO-005. (DIÁRIO DA AMAZÔNIA)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade