Últimas Notícias
Brasil

Homem de 69 anos é preso por ameaça e injúria contra esposa que deu à luz de gêmeas, em RO

Vítima passou por cirurgia cesárea há 45 dias. Suspeito foi denunciado por uma filha do homem, uma menina de 12 anos que temia pela mãe ser agredida.

Um menina de 12 anos acionou a Polícia Militar (PM) depois de presenciar uma briga entre o pai e a mãe, uma mulher que há 45 dias deu à luz de gêmeas em Porto Velho. O suspeito, um idoso de 69 anos, foi preso por ameaça e injúria.

Homem de 69 anos é preso por ameaça e injúria contra esposa que deu à luz de gêmeas, em RO
Menina de 12 anos denuncia violência contra a mãe puérpera; idoso de 69 anos é o suspeito das agressões 


De acordo com o boletim de ocorrência, quando a PM chegou na casa da família, na rua 13 de Setembro, a mulher de 38 anos contou que é casada há 15 anos com o agressor e que tem quatro filhas com ele, sendo que duas são gêmeas e nasceram de cesárea há 45 dias.


A vítima relatou que desde o nascimento das gêmeas o homem ficou mais agressivo. Isso porque, segundo ela, ele acredita que as recém-nascidas não são filhas dele por serem mais "escuras" do que as outras duas.


Na noite de terça-feira (26), segundo a mulher, o homem tentou manter relação sexual com ela, mas ela recusou o ato por conta a cirurgia recente. A negativa da mulher teria deixado o homem nervoso.


Na quarta-feira (27) o casal teve uma discussão na presença das filhas, uma de 12 e outra de 4 anos, e também da mãe da vítima. O suspeito chegou a bater a porta do cômodo e quase acertou uma das meninas. Temendo que o pai agredisse a mãe, a filha mais velha, acionou a PM.


À PM, a vítima relatou que se vê como prisioneira dentro de casa, até mesmo porque muitas vezes precisa pedir permissão para sair e o agressor não permite e a tranca dentro da residência.


A mulher disse que não houve agressão física, mas agressões psicológicas contra ela e ameaças ocorrem com frequência. Diante do relato foi dada voz de prisão ao suspeito, que foi encaminhado à Central de Flagrantes.


A ocorrência foi registrada como difamação, ameaça e injúria. (G1RO)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade