Últimas Notícias
Brasil

EXECUÇÃO NO POSTO: Frentista morto tinha sido ameaçado por motorista de aplicativo após discussão

Apesar dessas informações, os policiais civis não descartam nenhuma linha de investigação

Agentes da 1° Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Vida (DERCCV) estão em intensas investigações para elucidar a execução a tiros do frentista Nilton Leite Vieira, 44, na noite de ontem (28) no posto de combustíveis Garimpeiro, na Avenida Campos Sales, próximo a BR-364, em Porto Velho (RO).

 

EXECUÇÃO NO POSTO: Frentista morto tinha sido ameaçado por motorista de aplicativo após discussão

O trabalhador foi morto com um tiro nas costas e dois na cabeça por um criminoso de porte físico avantajado que chegou na garupa de uma motocicleta de cor preta.

 

O criminoso atirou pelas costas de Nilton, que ainda tentou correr, porém, caiu e foi alvejado com mais dois tiros (outro nas costas e um na cabeça).

 

A polícia descobriu que Nilton há cerca de 30 dias tinha discutido com um motorista de aplicativo quando estava trabalhando no posto Garimpeiro da Avenida Rio de Janeiro, bairro Lagoa.

 

O motivo teria sido porque o motorista de aplicativo queria furar a fila do abastecimento de combustível. 

 

Após alguns dias, novamente Nilton discutiu com o motorista de aplicativo, desta vez no posto Garimpeiro da Avenida Campos Sales. Na ocasião, a vítima foi ameaçada de morte.

 

Apesar dessas informações, os policiais civis não descartam nenhuma linha de investigação. (Rondoniaovivo)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade