Últimas Notícias
Brasil

Empresários podem pedir empréstimo pelo Pronampe a partir desta segunda-feira

Os interessados em contratar empréstimos pelo Programa Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Pronampe) já podem procurar as instituições financeiras, a partir desta segunda-feira (25/7). A estimativa do governo é que a nova fase garanta R$ 50 bilhões em operações de crédito para as micro e pequenas empresas, incluindo os microempreendedores individuais (MEI).


O prazo máximo para o pagamento é de 48 meses, sendo o máximo de carência de 11 meses e mais 37 parcelas para o empréstimo. A taxa de juros máxima que será cobrada dos empreendedores no programa será igual à taxa Selic (atualmente em 13,25% ao ano), acrescida de 6%, isto é, aproximadamente 19,25% ao ano.

O financiamento do Pronampe pode ser utilizado para investimentos, como adquirir máquinas e realizar reformas, e para capital de giro, como pagamento de salário dos funcionários e de contas como água, luz e aluguel. A concessão de crédito é feita por instituições financeiras conveniadas ao programa e é garantida pelo Fundo de Garantia de Operações (FGO), gerenciado pelo Banco do Brasil (BB).

Segundo o BB, nos anos de 2020 e 2021, no âmbito do Pronampe, foram liberados um total de R$ 15,2 bi (24% do valor total do mercado) atendendo mais de 186 mil empresas. Além da contratação nas agências, a linha de crédito também foi disponibilizada no autoatendimento do banco pela internet, com liberação simples e rápida, permitindo o crédito na conta da empresa em poucos minutos. O Banco considera que esta linha de crédito reforça a nossa parceria com as Micro e Pequenas Empresas e o Banco do Brasil continuará atuando no Pronampe, com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento e fortalecimento dos negócios brasileiros.

O vice-presidente de Negócios de Varejo do BB, Carlos Motta, afirmou que a expectativa do Banco é a de manutenção do protagonismo junto ao segmento Micro e Pequeno Empreendedor (MPE), atuando na maior parte dos R$ 49,5 bilhões disponíveis por todo o Programa. “Nos anos de 2020 e 2021, no âmbito do Pronampe, foram liberados um total de R$ 15,2 bi (24% do valor total do mercado) atendendo mais de 186 mil empresas. Além da contratação nas agências, a linha de crédito também foi disponibilizada no autoatendimento do banco pela internet, com liberação simples e rápida, permitindo o crédito na conta da empresa em poucos minutos”, lembrou Motta.

“O Banco considera que esta linha de crédito reforça a nossa parceria com as Micro e Pequenas Empresas e o Banco do Brasil continuará atuando no Pronampe, com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento e fortalecimento dos negócios brasileiros”, destacou o vice-presidente.

O BB possui uma base de 2,8 milhões de clientes MPE. Cabe destacar que - de modo geral no segmento - desde março de 2020, foram mais de 754 mil empresas apoiadas com crédito pelo BB, com um valor total de mais de R$ 200 bilhões. Em junho de 2022, ultrapassamos a marca de R$ 7 bilhões em desembolso (maior volume mensal registrado dos últimos anos).

Fonte - Correio Brazilienze.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade