Últimas Notícias
Brasil

Três pessoas são baleadas durante ataque em bar; assista

Pouco mais da meia anoite, já na madrugada desta sexta feira (03), uma guarnição da Polícia Ambiental realizando patrulhamento pela cidade e ao passar pelo famoso Bar do Beto, em frente a Unemat, no Bairro Cavalhada, ouviu vários disparos de arma de fogo e um corre corre medonho de clientes que se encontravam no local.


Alguns minutos depois duas pessoas identificadas como de iniciais K.M.C. de 20 e D.C.G. de 43 anos, chegaram até a viatura dizendo que haviam sido baleados, em seguida, chegou também uma mulher de iniciais L.G.V. de 39 anos, também baleada, carregada por populares.

As vítimas K.M.C. e D.C.G. rapidamente foram conduzidas ao hospital regional enquanto a mulher L.G.V. ficou no local até a chegada do SIAT (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência) que a conduziu até o hospital regional.

Após o fato foi acionado apoio das demais viaturas que chegaram ao local aonde uma testemunha chegou até a equipe com um revólver Cal. 38, entregou aos militares e disse que os autores dos disparos que atingiram as vítimas estariam de jaqueta bege, boné amarelo e calça jeans de cor clara, que estaria escondido no banheiro do estabelecimento, logo após a informação a equipe foi até o banheiro e conseguiu localizar o suspeito identificado como de iniciais J.C.S.S.R. de 19 anos, morador do Bairro São Jorge, que foi apontado por várias pessoas como sendo o autor dos disparos contra as vítimas.

VEJA O VIDEO:

Os policiais receberam informações que os suspeitos de iniciais E.S. de 22 e R.S.M. de 39 anos, estavam em companhia do com o autor dos disparos e que uma mulher de iniciais C.M. de 21 anos era quem teria entregado a arma para ele.

Os suspeitos foram encaminhados ao CISC para as devidas providências.

Na delegacia, durante o boletim de ocorrência o suspeito J.C.S.S.R. assumiu ter efetuado os disparos e que segundo ele era para atingir somente a vítima K.M.C, pois, na semana passada ele estava vindo do Bairro Jardim Padre Paulo quando foi abordado pela vítima (K.M.C.) em posse de um pedaço de madeira e teria lhe ameaçado de morte, inclusive, afirmado que o mesmo pertencia a uma facção criminosa e por esse motivo tentou mata-lo.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Judiciária Civil.

Fonte: Por Terra mt Digital.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade