Últimas Notícias
Brasil

Rapaz que matou dois teria enviado vídeo mostrando mortes

Jovem aparentando 22 anos morava na casa do avô em propriedade próxima em Vilhena

Áudios recebidos pelo Folha do Sul Online dão detalhes do duplo homicídio registrado na manhã desta segunda-feira, 13, na área rural de Vilhena. Dois homens foram mortos a tiros na “Linha Chafariz”, ao contrário do que havia sido informado anteriormente, quando foi mencionado que o palco da execução seria a região da “Farinheira”, onde outras mortes violentas já foram registradas em disputas por terras.

 


Segundo as primeiras informações, o autor do duplo homicídio é um rapaz aparentando 22 anos, que mora com o avô numa propriedade próxima ao local do crime. Ele foi preso na casa do familiar, assumiu as mortes e disse que teria agido após ser ameaçado pelos dois homens executados com uma espingarda calibre 22.

 

Segundo os áudios recebidos pelo site, autor dos dois assassinatos teria filmado as vítimas mortas e enviado o vídeo para a mãe, que mora em Mato Grosso. A moto do homicida confesso, bem como a arma usada por ele, foram apreendidas, mas o celular com o suposto vídeo macabro não foi localizado para confirmar o fato. 

 

BEBEDEIRA

 

Segundo as informações obtidas pela reportagem, o assassino e as duas vítimas estavam bebendo juntos no sítio de um homem conhecido como “Zé do Óculos”. Após uma discussão entre eles, os dois homens que trabalhavam numa fazenda próxima saíram do local em suas respectivas motos.

 

O jovem em seguida, também de moto, e depois de matar uma das vítimas, executou a outra na sequência. Ele está, neste momento, sendo ouvido na Unisp, em Vilhena. Os dois braçais assassinados haviam vindo da cidade de Cacoal para trabalhar na propriedade rural que fica próxima ao sítio de “Zé do Óculos”. (Folha do Sul Online)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade