Últimas Notícias
Brasil

Mulher coloca fogo em filha autista após achar que ela estava morta

Uma mulher matou a própria filha queimada após acreditar que ela já estava morta e colocar fogo em seu corpo. O julgamento de Rebecca Ruud começou nessa segunda-feira (27/6) pelo crime cometido em 2017. Na ocasião, a garota foi dada como desaparecida.


De acordo com o jornal Daily Star, Rebecca é acusada de drogar a filha com comprimidos. Na sequência, a mãe teria batido em Savannah Leckie, que tinha autismo.

Com a filha desmaiada, a mulher achou que Savannah estava morta. Ela, então, colocou fogo na garota e ocultou seu corpo. No mesmo dia, Rebecca se casou com o então namorado, Robert Peat Jr, igualmente acusado de assassinato.

A polícia deu início a uma busca por Savannah, até encontrar os restos mortais da garota carbonizados. O promotor do caso, Anthony Brown, disse em tribunal, nessa segunda, que Savannah “não estava morta” quando sua mãe a incendiou. “Ela acordou gritando”, declarou.

Diante disso, Rebecca teria golpeado a filha para que ela apagasse de vez. Agora, a mulher enfrenta acusações de assassinato em primeiro grau, homicídio culposo, abuso infantil, adulteração de provas e abandono de cadáver.

Fonte: Por Metrópoles.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade