Últimas Notícias
Brasil

Cachorros que doam sangue em RO: entenda critérios e quais os benefícios

Rubi, Black e July são companheiros de trabalho no canil do Grupo de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros de Rondônia e juntos os "aumigos" aproveitaram o Dia Mundial do Doador para dar um bom exemplo — que também pode salvar vidas de outros animais.


A doação de sangue aconteceu em um hospital veterinário de uma faculdade particular de Porto Velho . Por volta das 10h desta terça-feira (14) os cachorros e os condutores, Campos, Evaristo e Cristiano, foram até o local que tem parceria com o Corpo de Bombeiros.

Após análise, o labrador Black foi o único apto para doação, pois as outras duas, uma labradora e uma pastor belga, já haviam doado sangue há um mês. É que assim como os seres humanos, os cães também têm espaço de tempo para realizar uma nova doação: três em três meses.

A pastor belga, Rubi, de três anos e a July, uma labradora de 2 anos de 10 meses, fizeram nesta terça-feira (14) apenas os exames de rotina.

Apesar de Black ser um cachorro ser tranquilo, o condutor Cabo Campos, preferiu estar por perto para prestar os cuidados e ajudar a mantê-lo mais calmo ainda.

"Ele é muito tranquilo, mas a gente sempre fica de olho para deixá-lo calmo. O Black sabe que é preciso estar aqui para ajudar os outros cãezinhos que precisam de sangue".

Os cães militares além de cumprirem o dever de ajudar o próximo também mantém seus exames de saúde em dia, como explica o sargento Cristiano.

"A gente vê como um dever, mas também um trabalho de ajuda mútua, tanto por parte do cão como do hospital. Além do cão salvar vidas na busca por pessoas, ele também ajuda outros cães", fala o sargento.

Doação canina

Para se enquadrar no perfil de doador o cão precisa cumprir alguns requisitos. Como:

  • pesar mais de 25 quilos,
  • estar vermifugado e vacinado,
  • estar bem alimentado e
  • clinicamente saudável, passando por exames periódicos.

A médica veterinária Thais de Almeida , que atende os cães do Corpo de Bombeiros, conta que em cada doação são coletadas 500ml na bolsa de sangue.

Por muitas pessoas ainda não conhecerem sobre a doação de sangue canina, explica a veterinária, há uma certa dificuldade quando algum animal precisa de receber essa transfusão.

"Embora precise muito, a divulgação é um pouco deficiente mesmo. Mas é tão importante quanto a doação de sangue para humanos".

Fonte: Por Jheniffer Núbia, g1 RO.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade