Últimas Notícias
Brasil

Agevisa realiza testagem rápida e auto teste do HIV em comunidades do município de São Francisco do Guaporé

O trabalho da Agência Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa em parceria com a Associação Beradeiro na região do Vale do Guaporé foi concluído com ações no distrito de Porto Murtinho e no quilombola Pedras Negras, município de São Francisco. Foram disponibilizados para cerca de 200 famílias, ações de testagem rápida e auto teste para HIV, Sífilis, Hepatites B e C; e a oferta de insumos de prevenção e rastreamento das Infecções Sexualmente Transmissíveis – ISTs.


O trabalho realizado nas regiões tem como uma das estratégias utilizar metodologia composta por abordagens de educação entre pares para a oferta de ações de prevenção combinada dirigidas às populações.

A Agevisa por meio do Núcleo Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais com a organização não governamental Associação Beradeiro, traçaram estratégias afim de desenvolver o projeto “Viva Melhor Sabendo” do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/AIDS e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

O diretor da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, disse que a estratégia busca realizar ações de base comunitária de prevenção combinada a testagem, além da distribuição de preservativos. “Entre os serviços está também o encaminhamento ao Serviço de Atendimento Especializado – SAE em caso de testagem positiva e posterior atendimento multidisciplinar”, ressaltou.

TESTES HIV

A gerente da vigilância epidemiológica da Agevisa, Arlete Baldez, afirma que foi oferecida à população uma nova tecnologia para testagem rápida do HIV, o autoteste para HIV, que é ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), totalmente gratuito, e que o usuário pode “realizar no conforto de sua casa, sendo ele protagonista do seu cuidado”.

Os municípios de Costa Marques e São Francisco do Guaporé foram escolhidos para realização da estratégia de prevenção combinada, sendo realizadas ações nas residências das pessoas com oferta de testes rápidos, orientação e aconselhamento. “Mas estratégia também será realizada em todos os 52 municípios de Rondônia com o oferecimento de testagem rápida e demais ações de prevenção, buscando com isso interromper a cadeia de transmissão, principalmente, a vertical, cujo Brasil tem buscado a certificação junto a OMS”, disse a coordenadora da Núcleo Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais.

Fonte: SECOM RO.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade