Últimas Notícias
Brasil

Servidora de policlínica da capital vendia atestados falsos para mototaxistas

Durante coletiva de imprensa, o delegado titular do Núcleo de Combate Às Defraudações, Swami Otto, deu detalhes da operação deflagrada na manhã desta segunda-feira (16), que acabou com um esquema de falsificação de atestados de capacidade física e mental, apresentados por mototaxistas, junto à Secretaria Municipal de Trânsito de Porto Velho (Semtran), para a renovação da concessão da atividade exercida por eles.


De acordo com o delegado, os mototaxistas investigados na operação – até o momento nove- pagavam de R$ 10 a R$ 30 por atestados falsificados. “Uma servidora da parte administrativa de uma Policlínica, estava envolvida na prática desse crime, sendo uma das pessoas que fornecia esses atestados falsos. Durante as buscas, nesta manhã, foram encontrados carimbos com nome de médicos, inclusive de um profissional que não mora mais em Rondônia e outro que já faleceu. Também foram apreendidos atestados em branco, com carimbo e assinaturas de profissionais de saúde”, esclareceu Swami Otto.

Segundo o secretário da Semtran, Victor Souza, o crime foi descoberto, após uma auditoria interna realizada por servidores da secretaria. “Eles descobriram que os mototaxistas investigados apresentaram atestado de capacidade física e mental falso. Com a identificação de alguns documentos duvidosos, nossa equipe levou para a Polícia Civil investigar”, disse.

A apreensão dos documentos, só confirmou mais ainda a materialidade dos crimes de estelionato praticado contra o município, falsificação de documento público, associação criminosa e corrupção passiva praticada pela servidora pública, segundo o delegado.

A Semtran informou que sendo confirmados os crimes, será instaurado um processo administrativo para cada investigado, que pode levar a perda da concessão dos mototaxistas envolvidos no esquema criminoso.

Fonte: Rondoniagora.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade