Últimas Notícias
Brasil

Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido há uma semana tem casa invadida por irmão do suspeito, em RO

No último dia 27 de abril, a moradora foi baleada na cabeça pelo ex-marido. Ex-cunhado disse ter entrado na casa da vítima porque queria pegar alguns documentos.

A mulher de 37 anos baleada na cabeça pelo ex-marido, há uma semana, teve a casa invadida pelo ex-cunhado na quarta-feira (4) em Rolim de Moura (RO). Segundo a Polícia Militar (PM), o suspeito da invasão é o irmão de Claudemir Lara Cavalheiro, ex-companheiro da vítima.

Caso foi levado para a Unirp da cidade 


Quando a guarnição chegou ao endereço, a vítima contou que seu ex-cunhado havia entrado na residência alegando que queria pegar alguns documentos no quarto. A mulher trancou a porta, mas o homem forçou dizendo que entraria 'por bem ou por mal'.


Após a mulher dizer ao ex-cunhado que chamaria a polícia, o homem fugiu e mais tarde compareceu na delegacia acompanhado dos seus advogados. Ele afirmou à polícia que tinha ido na casa da vítima apenas para buscar alguns documentos.


A Delegacia da Mulher assumiu o caso e investiga se a invasão na casa da vítima foi uma tentativa de coagir a mulher.


No último dia 27 de abril, a moradora foi baleada na cabeça pelo ex-marido, Claudemir Lara Cavalheiro. Devido ao ferimento, a mulher passou uma semana internada na UTI do Hospital Heuro em Cacoal.


Claudemir e dois primos que tinham ajudado na tentativa de feminicídio estão presos em Rolim de Moura.


Os dois primos confessaram em depoimento que estavam no local no momento em que Claudemir atirou contra a cabeça da vítima.


De acordo com os depoimentos dados à polícia, os primos estavam bebendo com o suspeito, quando ele pediu uma carona até a casa onde mora. Lá ele pegou uma espingarda e em seguida os três foram até a casa da vítima.


Os primos contaram que assistiram Claudemir atirar a na cabeça da mulher, e depois saíram do local. (g1ro)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade