Últimas Notícias
Brasil

Justiça bloqueia R$ 26 mil de deputado acusado de forjar atentado

O deputado bolsonarista Loester Trutis foi condenado a pagar R$ 26,6 mil referentes a uma dívida de locação de veículo, em Brasília

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) determinou o bloqueio de R$ 26.636,37 da conta do deputado Loester Trutis (PL-MS) para garantir o pagamento de dívida referente à locação de um carro.



Trutis entrou com um recurso contra a decisão judicial e alegou que o bloqueio do valor alcançaria “verbas de natureza alimentar”. O desembargador Teófilo Caetano negou o pedido do deputado e manteve o bloqueio.


Em decisão publicada nesta quinta-feira (26/5), o magistrado ressaltou que o parlamentar responde à várias ações na Justiça e reportagens noticiaram que ele “costuma ocultar-se para não receber decisões judiciais”.


Trutis, autointitulado deputado bolsonarista, ganhou rápida projeção nacional no ano de 2020 quando afirmou ter sido alvo de uma tentativa de homicídio junto a um assessor, na BR-060. Porém, em 2021, a Polícia Federal apontou contradições do caso e disse que o atentado não ocorreu, sugerindo que a tentativa de homicídio foi uma mentira.


A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou Trutis por comunicação falsa de crime, porte ilegal de arma de fogo e disparo de arma de fogo, no ano passado. À época, o deputado negou ter forjado o atentado e disse que era vítima de um conluio de “autoridades locais”. (Metrópoles)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade