Últimas Notícias
Brasil

Após ter filiação barrada, Tigresa Vip entra na Justiça contra o PT

Após a filiação da atriz pornô, Ester Caroline Pessato, mais conhecida como ‘Tigresa Vip’, ter sido barrada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), os advogados da atriz entraram com uma ação na última terça-feira (24), contra o Diretório Estadual do partido em Mato Grosso. O intuito é garantir a filiação de Tigresa ao PT.

Tigresa Vip tem mais de 1,5 milhão de seguidores nas redes sociais, e já participou de centenas de vídeos eróticos. Ela ficou conhecida na internet após gravar vídeos quando tinha 17 anos e por suas fotos sensuais, quase todas bem ousadas. Na política, ela viralizou após ter deitado pelada nos buracos das estradas de Mato Grosso.

A veículos de imprensa locais, líderes do partido, como o deputado estadual Valdir Barranco, alegaram irregularidades no processo de filiação de Ester. Ela teria se filiado no município de Barão de Melgaço sem autorização do diretório municipal.

“Deve-se registrar que a Demandante havia solicitado a transferência de seu título de eleitor para o município de Barão de Melgaço/MT, onde reside atualmente. Materializada a mudança de seu domicílio eleitoral, a sua filiação partidária também foi transferida”, argumenta a defesa na ação ajuizada nesta terça-feira.

Os advogados de Ester alegam que o processo de suspensão da cliente foi realizado sem transparência, direito ao contraditório e ampla defesa. Segundo eles, a atriz teve a filiação na sigla, feita pelo site do partido, confirmada no dia 2 de abril. No dia 14 do mesmo mês, a sua pré-candidatura foi anunciada em evento do PT, na capital Cuiabá.

Quatro dias depois, o Diretório Estadual através de uma votação realizada em um grupo de WhatsApp decidiu suspender a filiação de Ester. A mulher recorreu então da decisão ao Diretório Nacional do PT, que confirmou a suspensão no dia 13 de maio.

— A única forma de suspender ou excluir um filiado é instaurar um processo, com direito ao contraditório e ampla defesa. E nada disso foi feito, eles sumariamente suspenderam a filiação — diz o advogado Paulo Lemos, que defende a atriz.

“A Requerente teve sua filiação suspensa, sem direito ao contraditório ou à ampla defesa, tampouco houve publicação, intimação de pauta, ata de convocação, ou qualquer notificação de infração ao estatuto da agremiação”, diz a ação.

Fonte: Por Cm7.




« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade