Últimas Notícias
Brasil

Em menos de um mês, pescador fisga dois pirarucus com mais de 2 metros em RO; assista

Pirarucu fisgado em Porto Velho pesou aproximadamente 140 kg. Esse é considerado o maior peixe de água doce das Américas.

Era uma pescaria sem muitas expectativas, até que um pirarucu de mais de 2 metros e 140 quilos pegou a isca de Wladis Kucharski. Esse é o segundo gigante da mesma espécie que o pescador esportivo fisga em menos de duas semanas no Rio Madeira, em Rondônia.

Wladis Kucharski com um pirarucu com mais de 2 metros 


A pescaria aconteceu na segunda-feira (25) em Jaci-Paraná, distrito de Porto Velho. Mesma região onde o Wladis e um amigo pegaram um outro pirarucu com mais de 2 metros e 130 quilos.


O peixe pescado mais recentemente tinha quase as mesmas medidas: 2,15 metros e aproximadamente 140 quilos. Ele foi pego, registrado com fotos e vídeos, medido, pesado e devolvido à natureza com vida.


"Foi uma pescaria incrível mesmo. A força que o peixe tem, o tamanho dele é uma coisa colossal de ver pessoalmente, é uma coisa muito linda", comentou.

Entenda como funciona a pesca esportiva

Pescadores fisgam pirarucu com mais de dois metros em Rondônia



Parceiro de vida

Dessa vez o parceiro de pescaria de Wladis foi o pai dele, Olmir Kucharski, de 76 anos. Para não cansar o patriarca, os dois saíram com a intenção de não demorar muito.

Olmir Kucharski, pai de Wladis Kucharski,
com o pirarucu de mais de 2 metros 

No entanto, segundo o pescador, na primeira jogada de anzol eles já capturaram o peixe gigante. E novamente ele estava passando pela batalha com a maior espécie de peixe de água doce das Américas, e provavelmente do mundo.


"A gente não estava esperando um peixe desse entrar numa linha. O pirarucu deu um trabalho que quase mata eu e mata o velho. Foi muito sufoco porque o peixe entrava na vegetação, se enrolava e voltava pro rio. Eu remei e a gente desceu um bom período lutando com peixe e aí, graças a Deus, conseguimos embarcar ele com cuidado", relembra.


Pai e filho levaram aproximadamente meia hora pra conseguir subir o pirarucu para a embarcação onde eles estavam. Para Wladis foi fantástico passar pela experiência duas vezes em pouco mais de 10 dias.


"Eu pesco desde criança, mas é raridade pegar um peixe desse tamanho. Foi mais raro pegar um e dias depois de ter pegado outro. Isso aí é um sinal bom para Porto Velho, que a natureza está se desenvolvendo, os peixes estão se reproduzindo e crescendo".

Segundo pirarucu gigante fisgado em Rondônia em menos de duas semanas

A pescaria foi mais completa ainda porque o pai dele estava junto. Principalmente considerando que foi com ele que Wladis aprendeu a pescar, há mais de 30 anos.


"Estar junto com meu pai, que tá nessa idade, e proporcionar isso aí foi fantástico”.

Maior Peixe das Américas

O pirarucu considerado o maior peixes de águas doces das Américas e possivelmente do mundo. Não há no rio Madeira um maior que ele. O animal pode chegar a mais de 3 metros e 200 quilos.



"Uma característica dos pirarucus é que eles são peixes pulmonados, ou seja, eles possuem pulmões. Então eles tem aquelas brânquias, como os outros peixes, mas eles precisam subir na superfície pra respirar e aí mergulhar e prender a respiração debaixo d'água", revela o biólogo Flávio Terassini. (G1RO)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade