Últimas Notícias
Brasil

CARGOS: Polícia Civil abre concurso público com 1.000 vagas com salários de até R$ 13 mil

Os concurseiros que aguardavam o edital do concurso público da Polícia Civil do Estado da Bahia (PC BA) já podem preparar a caneta. O documento foi publicado com a oferta de 1.000 vagas imediatas para cargos que exigem nível superior de formação.


Do quantitativo de vagas será distribuído entre os cargos de Delegado de Polícia Civil, Escrivão de Polícia Civil e Investigador de Polícia Civil. 

A distribuição das vagas será da seguinte forma:

Investigador de Polícia: 700 vagas, sendo 455 vagas ampla concorrência + 210 vagas para candidatos negros   35 vagas para PCDs.

Delegado de Polícia: 150 vagas, sendo 98 vagas ampla concorrência   45 vagas para candidatos negros   7 vagas para PCDs. 

Escrivão de Polícia: 150 vagas, 98 vagas ampla concorrência   45 vagas para candidatos negros   7 vagas para PCDs.

Os aprovados e nomeados no certame receberão remuneração inicial de 3.031,17 para a carreira de investigador e Escrivão de Polícia, sendo composta por vencimento básico de R$ 1.473,18, acrescidos de R$ 1.558,52 (Gratificação de Atividade de Polícia Judiciária). Conforme informado pelo edital, aos salários ainda podem ser acrescidas outras vantagens, elevando as remunerações para R$ 4.873,18.

Já para o cargo de Delegado de Polícia, a remuneração inicial é  R$ 6.685,6, constituída por vencimento básico de R$ 5.077,47, acrescidos de R$ 1.608,13 (Gratificação de Atividade de Polícia Judiciária). Da mesma forma que os outros cargos, o edital informa que os salários podem ser acrescidas outras vantagens, elevando a remuneração ao valor de R$ 13.032,44.

Requisitos

Segundo o edital, os candidatos precisam preencher os seguintes requisitos específicos para a investidura nos cargos ofertados:

Investigador de Polícia: diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação MEC, bem como Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, categoria “B”, no mínimo;

Delegado de Polícia: diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso de bacharelado em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC.

Escrivão de Polícia: diploma de conclusão de curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC.

Inscrições

Para se inscrever no concurso da Polícia Civil do Estado da Bahia, os interessados devem se inscrever no portal do IBFC, banca organizadora do certame, das 10h do dia 9 de maio até às 23h do dia 7 de junho. A taxa de inscrição varia de acordo com o cargo pretendido, sendo:

Investigador e Escrivão: R$ 140,00; e

Delegado: R$ 160,00.

Provas e etapas concurso PC BA

Ainda de acordo com o edital,  o certame será composto pelas seguintes etapas:

Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e

Prova de títulos, de caráter classificatório.

Mas é importante ressaltar que, apesar do edital exigir as etapas citadas acima, a delegada-geral da Polícia Civil do estado, Heloísa Campos de Brito, assinou a portaria N. 231 de 20 de abril de 2022 (publicado no diário do dia 21 de abril). No documento diz que os candidatos aprovados no concurso serão submetidos a exames pré-admissionais, dentro do número de vagas previsto em edital de abertura, e convocados dentro do prazo de validade do concurso público.

A convocação será feita por meio do Diário Oficial do estado. Veja a lista de exames pré-adminissionais:

TAF;

Exames médicos;

Exame psicológico;

Investigação social e conduta pessoal; e

Curso de Formação de Policiais Civis.

 

O TAF será composto pelos seguintes exercícios:

Teste dinâmico de barra (somente para candidatos do sexo masculino);

Teste estático de barra (somente para as candidatas do sexo feminino);

Teste de flexão abdominal (para os candidatos do sexo masculino e feminino); e

Teste de corrida de 12 minutos para os candidatos do sexo masculino e feminino.

Prova objetiva

As provas objetivas serão aplicadas no dia 24 de julho de 2022, em Salvador (capital do estado). Ao todo, esta etapa terá duração total de 4h e será realizada no turno da manhã.

As provas serão compostas de 100 questões de múltipla escolha. Cada uma contará com 5.

O exame terá um valor total de 100 pontos, sendo considerado aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 70 pontos.

Prova discursiva

As provas discursivas serão aplicadas no mesmo dia das provas objetivas (24/7), porém em turno distinto (turno da tarde) e terá duração de 4h30. Esta etapa valerá, ao todo, 100 pontos. 

Será considerado habilitado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 70 pontos.

Para estudo de caso e as provas dissertativas, a prova discursiva será composta de conhecimentos específicos, de acordo com o cargo escolhido. Para o desenvolvimento da prova discursiva, o candidato deverá redigir, no mínimo, 10 e no máximo 15 linhas por questão. 

O cargo de Delegado será exigido também 1 peça cautelar de representações ou peça de inquérito policial. Esta prova discursiva será composta de conhecimentos específicos do cargo e o tema da peça será fornecido no momento da prova discursiva. 

 O concurso contará ainda com prova de títulos que valerá, no total, 4 pontos.

Fonte: Correio Braziliense.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade