Últimas Notícias
Brasil

Gasolina chega a R$ 8,26 em Rondônia um dia depois da Petrobras anunciar reajuste

Levantamento da Rede Amazônica mostra que litro da gasolina subiu tanto no interior quanto na capital Porto Velho.

Um dia após a Petrobras anunciar aumento nos preços dos combustíveis nas refinarias, o valor do litro da gasolina já disparou nos postos de Rondônia. Em Costa Marques, a 710 quilômetros da capital do estado, os motoristas estão pagando R$ 8,26 pelo litro da gasolina nesta sexta-feira (11).



A Rede Amazônica realizou um levantamento em cidades do interior do estado para saber quanto a gasolina encareceu.


Em Costa Marques esse aumento foi de 61 centavos. Ou seja, o valor do litro saiu de R$ 7,65 para R$ 8,26 em um dia.


Já em Presidente Médici, na região central do estado, o preço da gasolina subiu de R$ 6,89 para R$ 7,47.


Houve aumento de preço também nos postos de São Miguel do Guaporé. Em 24h, a gasolina saltou de R$ 7,22 para R$ 7,89.


Em Ji-Paraná, o reajuste ainda foi de R$ 7,49 para R$ 7,69, em média. No entanto, conforme apurado pela reportagem, alguns postos da cidade aumentaram em 66 centavos a gasolina.


Veja como está o preço da gasolina em outras cidades de Rondônia nesta sexta-feira:


Vilhena: R$ 7,69 (no posto mais caro)

Jaru: R$ 7,67

Ariquemes: R$ 7,39 (preço mais caro encontrado)

Porto Velho

A capital do estado também registrou aumento no valor da gasolina. Um posto da avenida Jorge Teixeira estava vendendo o litro por R$ 7,79 nesta sexta-feira.


Após o anúncio do reajuste no preço dos combustíveis pela Petrobras, os motoristas portovelhenses fizeram uma corrida aos postos de combustíveis.


Durante a noite foram registradas intensas filas de carros em vários postos de Porto Velho.


Reajuste nas refinarias

A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, um aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, uma alta de 24,9%.


No entanto, o valor final dos preços dos combustíveis nas bombas depende também de impostos e das margens de lucro de distribuidores e revendedores.


"Esses valores refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia. Mantemos nosso monitoramento contínuo do mercado nesse momento desafiador e de alta volatilidade", acrescentou a Petrobras. (G1RO)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade