Últimas Notícias
Brasil

Comerciante pioneiro em Vilhena que dirigia picape envolvida em acidente em MT fica abalado ao saber da morte de amigo

 Sobreviventes estão em hospital de Juína, mas todos fora de risco

O site conversou com a filha do comerciante vilhenense José Antônio Alves, 41 anos, que dirigia a caminhonete que se envolveu no acidente que provocou a morte do empresário Olmir Zatta Dagostin, 61.

 


A fatalidade aconteceu na rodovia MT-170, a cerca de 50 km de Juína (MT). Dos quatro ocupantes da picape, apenas Dagostin faleceu. Os três sobreviventes estão internados num hospital da cidade mato-grossense, mas nenhum corre risco de morte e devem ser liberados ainda hoje.

 

Capixaba que mora em Vilhena desde criança, “Zezinho do Ideal”, como é conhecido, está medicado, pois era muito amigo de Olmir, e ficou bastante abalado ao saber de sua morte. Ele conversou por telefone com a esposa, disse estar bem, mas demonstrou estar sofrendo a perda.

 

Também viajavam na Hilux acidentada o cunhado de Zezinho, Fábio Lima Ramos, 36, e o motorista de um caminhão dele, identificado apenas como “João”, que teria sofrido fratura num dos braços.

 

Ex-dono de supermercado, que hoje se dedica ao transporte e à fazenda que possui na região de Juína, o comerciante vilhenense se queixou à família de dores no corpo e acredita que pode ter fraturado a clavícula no acidente. Ele não disse, no entanto, o que o teria feito perder o controle da direção e sair da pista.

 

O corpo de Olmir está sendo velado no Memorial São Matheus e será sepultado no final da tarde desta sexta-feira, 25, em Vilhena. (Folha do Sul)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade