Últimas Notícias
Brasil

Cachorrinhos seguem soldados e são adotados por eles

No decorre da pandemia de Covid-19, a Bolívia fez diversos lockdowns – tempo em que a circulação das pessoas nas ruas ficava restrita, para conter a disseminação da doença. Ficou com o exército a missão de monitorar as quarentenas e, em uma das rondas, eles depararam com dois cachorrinhos de rua, que foram acolhidos e adotados pela tropa.



Em meio a tantas notícias ruins causadas pelo corona, estes homens acabaram gerando, sem querer, momento que evocam a solidariedade e a empatia, sentimentos muito necessários em tempos de crises.


Os dois cachorrinhos foram adotados em Tupiza, uma cidade pequena no Departamento de Potosí, na Bolívia. A mais de três mil metros de altitude, o clima da região é úmido e frio durante o ano inteiro – e os animais em situação de rua sofrem bastante.


Viver sem abrigo é sempre muito triste para cães e gatos, que passam o tempo em busca de comida e lugar para ficar. Em tempos de pandemia, em que as pessoas ficam mais em casa, as condições ficam ainda mais difíceis para os pets.


Por sorte, ao menos para estes dois cachorros, foram resgatados por um destacamento de soldados, em ronda pelas ruas de Tupiza para fazer cumprir as exigências do lockdown.


Os pets seguiram o carro, na esperança de conseguir alguma coisa para se alimentar. Alguns soldados resolveram resgatá-los e puxaram os dois cães para dentro carro. A história só não passado despercebida, porque, naquele momento, tinha um fotógrafo que estava registrando imagens da quarentena.


Luís Fernando Chumacero Gutierrez, o fotógrafo, é estudante de Artes Plásticas na UNITEPC. Ele capturou algumas fotos e publicou algumas elas em sua página no Facebook (ele assina os posts como “Transeunte”).


As fotos viralizaram com muita rapidamente. Algumas das imagens compartilhadas receberam mais de 5,8 milhões de curtidas. Os comentários, com inúmeros elogios à atitude dos soldados, foram feitos em vários idiomas.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade