Últimas Notícias
Brasil

Briga de motoristas no trânsito viraliza nas redes sociais

A confusão ocorreu na tarde do último sábado, na Avenida Beira-Mar, e terminou com uma pessoa arrancando um limpador de para-brisa de um dos automóveis

Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra uma cena inusitada durante uma discussão no trânsito em Florianópolis (SC): ocupantes de dois carros protagonizararam o que foi chamado pelos internautas de uma “briga de portas”.

 


A confusão ocorreu na tarde do último sábado, na Avenida Beira-Mar, e terminou com uma pessoa arrancando um limpador de para-brisa de um dos automóveis e depois entrando de novo em seu veículo, que deixou o local passando por cima do canteiro que divide as pistas da via.

 

O vídeo, que tem cerca de um minuto de duração, começa mostrando os dois carros parando lado a lado no sinal fechado — um Ford vermelho e um Toyota prata. O motorista do Ford bate a porta na lateral do outro automóvel. O condutor do Toyota retribui a batida. Os dois continuam a se enfrentar.


Num determinado momento, uma pessoa desce pela porta do carona do Toyota, vai até o Ford e arranca o limpador de para-brisa traseiro do veículo. Em seguida, a pessoa começa a bater com o objeto no carro. O motorista reage dando ré, mas não atinge o agressor, que volta para o Toyota e, antes de entrar no veículo, joga o limpador de para-brisa no Ford.


Veja o vídeo:

 


A gravação termina com o motorista do Toyota subindo no canteiro que divide as pistas para deixar o local. A Guarda Municipal de Florianópolis não foi acionada para atender a ocorrência de briga no trânsito. O subcomandante da corporação, Ricardo Pastrana, compartilhou o vídeo da briga em seu perfil no Instagram e escreveu:

 

“Autocontrole emocional é o atributo que torna uma pessoa capaz de dominar as póprias emoções ou os impulsos decorrentes dessas emoções. Namastê”.(Painel Politico)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade