Últimas Notícias
Brasil

“É humilhante não podermos sair na rua”, diz ciclista assediada no Paraná

Passageiro de carro colocou o braço para fora e a apalpou. Veículo ainda atingiu a bicicleta e a derrubou

A estudante de direito Andressa Lustosa, de 25 anos, que foi assediada enquanto andava de bicicleta em uma rua de Palmas, no interior do Paraná, contou detalhes do caso em entrevista ao programa Encontro, nesta terça-feira (28/9). A gravação do momento do assédio mostra a jovem andando de bicicleta por uma via quando o passageiro de um carro coloca o braço para fora e a apalpa. O veículo ainda a atingiu.



“Na hora que aconteceu, por ser uma rua muito larga, sem querer, não tinha a possibilidade. Na hora que me bateu, eu sabia que alguma coisa tinha acontecido”, disse Andressa. Ela contou que conseguiu ver ao menos três homens dentro do carro.


A estudante afirmou que, em um primeiro momento, achava que o agressor poderia ter alguma razão prévia para chamar sua atenção. Entretanto, ao ver as imagens da câmera de segurança, percebeu que tratava-se de um assédio. “Vieram para cima de mim, acabaram o carro em cima de mim e eu fui jogada no chão”, contou.


Veja o vídeo:



A jovem contou que já registrou um boletim de ocorrência e fará um exame de corpo de delito. “A Justiça está aqui para ser feita. Se a gente não denunciar e não for atrás, eles não vão saber e essas pessoas têm que ser punidas para elas entenderem. A mulher tem que ser respeitada”.


E seguiu: “É humilhante nós mulheres não podermos sair na rua, fazer uma atividade física. Você não pode sair na rua por medo. O que é isso? Em pleno século 21 é triste, não é normal”.


“É uma situação degradante. Eu sei que, hoje em dia, muitas mulheres sofrem e nem falam. E se não tivesse uma câmera pra filmar? Como eu ia provar o que aconteceu?”, declarou.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade