Últimas Notícias
Brasil

Três pessoas são presas pela Polícia Federal por envolvimento com droga encontrada em navio, em Santarém

Responsáveis por entorpecentes devem responder por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico. 'Carregamento' de 85kg de cocaína foi encontrado em casco de navio, em abril.

A operação "Scuba Diver" da Polícia Federal, que investiga a apreensão de 85kg de cocaína que foram encontrados no casco de um navio em um porto de Santarém, no oeste do Pará, no dia 5 de abril, prendeu três pessoas na segunda-feira (9) no Paraná, em Santa Catarina e em São Paulo.

85kg de entorpecentes foram encontrados em casco de navio que ia para Grécia, na Europa
85kg de entorpecentes foram encontrados em casco de navio que ia para Grécia, na Europa


Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e mandados de prisão preventiva em combate aos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.


No mesmo dia que o carregamento de entorpecentes foi encontrado, dois homens foram presos. Segundo a Polícia, o compartimento do casco do navio Sea Chest (Caixa de Mar), é uma abertura que permanece sempre submersa.


Segundo a Polícia, se confirmada a hipótese criminal, os responsáveis responderão por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, previstos na Lei 11.343/2006, enquadrada nos art. 33 c/c 40, inciso I, e no art. 35, respectivamente.


Para transportar a mercadoria ilícita, o grupo criminoso se utilizava de mergulhadores experientes que chegam a permanecer submersos por mais de 1h, até a completa inserção dos materiais no casco do navio. Em razão do modus operandi, denominou-se a operação de "Scuba Diver", que quer dizer “mergulhador”.


Considerando o valor de venda dos entorpecentes e o tamanho do compartimento, assim como a quantidade de droga ali acondicionada, o faturamento do grupo seria de, aproximadamente, mais de 1 milhão.(G1)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade