Últimas Notícias
Brasil

Policiais penais são afastados por permitirem regalias a detentos do presídio de Jaru, RO

Denúncia do suposto esquema de regalias foi feita ao Ministério Público de Rondônia e Polícia Civil investiga o caso.

Dois policiais penais do município de Jaru (RO) foram afastados por 45 dias após uma denúncia de que eles estavam concedendo regalias a detentos do Centro Regional de Ressocialização Augusto Simon Kempe.

Policiais penais são afastados por permitirem regalias a detentos do presídio de Jaru, RO
Caso ocorreu no Centro Regional de Ressocialização Augusto Simon Kempe


A denúncia do suposto esquema de benefícios foi feita ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO).


Os dois policiais penais são investigados por favorecimento de alguns detentos em troca de dinheiro, como trânsito livre no presídio, cômodos confortáveis, visitas fora do dia determinado e até acessos a aparelhos eletrônicos.


Uma decisão judicial ordenou que os dois policiais penais fiquem afastados por, no mínimo, 45 dias.


A Secretária de Estado da Justiça (Sejus) informou que já tomou medidas administrativas quanto ao caso, como a exoneração do diretor geral e o diretor de segurança da unidade desde 14 de julho.


Ainda de acordo com a Sejus, se comprovado o envolvimento, ambos estarão passíveis das sanções administrativas e criminais cabíveis.


A Polícia Civil está investigando o suposto favorecimento a detentos e, por se tratar de uma investigação sigilosa, ainda não se pode ter acesso ao andamento das investigações.(Rede Amazônica)



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade