Últimas Notícias
Brasil

Vereadora denuncia sumiço de 7 mil doses de vacina em Ji-Paraná

A vereadora Rosana Pereira (DEM) da cidade de Ji-Paraná, localizado aproximadamente há 380 quilômetros da capital do Estado, Porto Velho, impetrou uma denúncia no Ministério Público Federal – MPF e Polícia Federal – PF, alertando sobre a falta de 7 mil doses de vacina contra COVID-19 no quantitativo de doses enviadas pelo Governo, armazenadas e aplicadas. 

 

Vereadora denuncia sumiço de 7 mil doses de vacina em Ji-Paraná


De acordo com Rosana, ela foi até o local onde as doses são armazenadas e acompanhou a contagem do estoque. Nesse levantamento a vereadora calculou aproximadamente 4.700 vacinas, momento em que ela percebeu a falta dessas 7 mil doses. 

“Essas doses não foram aplicadas, porque na contabilidade deles não tem nem como a gente verificar. Eu não estou atrás de quantas vacinas foram, é simples, o Governo mandou as vacinas e só restam em Ji-Paraná 4.700 doses”, afirmou Rosana Pereira. 

 

O cálculo

A denúncia da vereadora apontou que o Governo do Estado encaminhou 55 mil doses para a cidade e de acordo com o sistema da Prefeitura, pouco mais de 30 mil doses foram aplicadas e agora só restam o número aproximado de 4.700 doses no estoque. 

“Existe um erro, não estou dizendo que ninguém fez nada errado tipo um roubo. O Governo do Estado mandou 55 mil doses e tem nota fiscal alegando que foram quarenta e poucas mil doses recebidas. O meu papel eu fiz, é fiscalizar, agora é com a polícia”, falou Rosana Pereira. 

O município de Ji-Paraná é um dos últimos na fila da vacinação dentro do Estado e continua apresentando preocupantes recorrências de mortes e infecções por conta da pandemia de COVID-19.

O prefeito de Ji-Paraná, Isaú Gomes, terá de explicar essa conta à sociedade.

 

Autoria da matéria: Rondoniaovivo - João Paulo Prudêncio .



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade