Últimas Notícias
Brasil

Delegacia Ji-Paraná registra queda nos índices de criminalidade

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). A Polícia Civil ampliou e reforçou no Estado as ações de combate à criminalidade com a implantação de 13 Delegacias Especializadas na Repressão a Extorsão, Roubos e Furtos (Derf). Criada em 10 de dezembro 2020, a Delegacia de Ji-Paraná já elucidou 50% dos crimes registrados na cidade.

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). A Polícia Civil ampliou e reforçou no Estado as ações de combate à criminalidade com a implantação de 13 Delegacias Especializadas na Repressão a Extorsão, Roubos e Furtos (Derf). Criada em 10 de dezembro 2020, a Delegacia de Ji-Paraná já elucidou 50% dos crimes registrados na cidade.  Implantada na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), a Delegacia mantém suas ações em Ji-Paraná com ênfase ao combate a furtos de veículos. “Já realizamos varias operações em 2021, outras estão em pleno andamento com resultado satisfatório à nossa população. Temos priorizado os casos de latrocínio e roubo à residência e furtos de veículos”, disse o delegado Julio Cezar de Souza Ferreira.  Em seis meses de atuação, houve uma queda elevada nos índices de furtos na região. “Quem mora em Ji-Paraná sabe que o primeiro e o segundo distrito são como se fossem duas cidades distintas. A segunda maior cidade de Rondônia tinha uma demanda muita grande em relação à criminalidade, mas no começo de 2020, quando iniciou a pandemia, tivemos a experiência da regionalização do plantão virtual de delegados. A partir de então juntamos, Cacoal, Ji-Paraná e Ariquemes, em um turno de 12 horas com média de sete a oito flagrantes por dia”, detalhou o delegado.  “As demandas atendidas no município superavam as demandas atendidas na regional de Ariquemes. Ji-Paraná registrava uma média de 65, 70 e até 80 roubos por mês, reduzimos com ação da Derf para 40”, explicou Ferreira.  RESULTADOS   A operação “Drone” realizada no passado pela Derf e outras forças de segurança desmantelou uma organização criminosa. “A partir desse momento começamos a entender que crimes de roubo e tráfico de drogas eram controlados por organizações e por isso tivemos como resultado a queda da criminalidade”, destacou o delegado.  PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO  A ações implementadas integram o Planejamento Estratégico adotado do Governo, que por meio do Núcleo de Estatísticas, apontou dados que comprovam a redução no índice de criminalidade no período de abril de 2020 e abril de 2021. Em comparação ao período de janeiro a abril do ano passado, o número de homicídios e tentativas de homicídios caiu 35%.  INTENSIFICAÇÃO   A intensificação dos trabalhos das polícias de Rondônia, serviço essencial que mantém a atuação no combate ao crime, ocasionou na redução visível nos índices nesse período, que podem ser comprovados nas estatísticas. O índice de homicídios em Rondônia reduziu de 20%, ainda que somados os casos de latrocínio, feminicídio e lesão corporal seguido de morte.  Para o secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, coronel Hélio Cisneyros Pachá, a redução dos crimes está relacionada ao trabalho da polícia. “Os números são resultado do trabalho integrado das forças de segurança que trabalham incansavelmente para tornar Rondônia um lugar melhor e mais seguro para se viver”, destacou.


Implantada na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), a Delegacia mantém suas ações em Ji-Paraná com ênfase ao combate a furtos de veículos. “Já realizamos varias operações em 2021, outras estão em pleno andamento com resultado satisfatório à nossa população. Temos priorizado os casos de latrocínio e roubo à residência e furtos de veículos”, disse o delegado Julio Cezar de Souza Ferreira.

Em seis meses de atuação, houve uma queda elevada nos índices de furtos na região. “Quem mora em Ji-Paraná sabe que o primeiro e o segundo distrito são como se fossem duas cidades distintas. A segunda maior cidade de Rondônia tinha uma demanda muita grande em relação à criminalidade, mas no começo de 2020, quando iniciou a pandemia, tivemos a experiência da regionalização do plantão virtual de delegados. A partir de então juntamos, Cacoal, Ji-Paraná e Ariquemes, em um turno de 12 horas com média de sete a oito flagrantes por dia”, detalhou o delegado.

“As demandas atendidas no município superavam as demandas atendidas na regional de Ariquemes. Ji-Paraná registrava uma média de 65, 70 e até 80 roubos por mês, reduzimos com ação da Derf para 40”, explicou Ferreira.


RESULTADOS 

A operação “Drone” realizada no passado pela Derf e outras forças de segurança desmantelou uma organização criminosa. “A partir desse momento começamos a entender que crimes de roubo e tráfico de drogas eram controlados por organizações e por isso tivemos como resultado a queda da criminalidade”, destacou o delegado.


PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

A ações implementadas integram o Planejamento Estratégico adotado do Governo, que por meio do Núcleo de Estatísticas, apontou dados que comprovam a redução no índice de criminalidade no período de abril de 2020 e abril de 2021. Em comparação ao período de janeiro a abril do ano passado, o número de homicídios e tentativas de homicídios caiu 35%.


INTENSIFICAÇÃO 

A intensificação dos trabalhos das polícias de Rondônia, serviço essencial que mantém a atuação no combate ao crime, ocasionou na redução visível nos índices nesse período, que podem ser comprovados nas estatísticas. O índice de homicídios em Rondônia reduziu de 20%, ainda que somados os casos de latrocínio, feminicídio e lesão corporal seguido de morte.

Para o secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, coronel Hélio Cisneyros Pachá, a redução dos crimes está relacionada ao trabalho da polícia. “Os números são resultado do trabalho integrado das forças de segurança que trabalham incansavelmente para tornar Rondônia um lugar melhor e mais seguro para se viver”, destacou.


Fonte: Sesdec - Governo de RO: Repórter Wilson Neves.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!
- Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com

Publicidade