Últimas Notícias
Brasil

Datas de depoimentos de governadores são divulgadas e Marcos Rocha fica de fora

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), divulgou nesta terça-feira (8) o calendário dos depoimentos dos governadores convocados a prestar esclarecimentos ao colegiado. Os senadores, porém, ainda esperam uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode barrar o depoimento dos chefes de Executivos estaduais.


Datas de depoimentos de governadores são divulgadas e Marcos Rocha fica de fora


O primeiro governador a depor será Wilson Lima (PSC), do Amazonas, na próxima quinta-feira (10). Depois, a comissão fará uma espécie de força-tarefa para ouvir oito chefes de Executivo nos estados: Helder Barbalho (Pará), presta depoimento no dia 29 de junho; o governador do Piauí, Wellington Dias, fala no dia 30.

Em julho, presta depoimento o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), além dos governadores do Tocantins, Santa Catarina, Roraima e Amapá.


Veja o calendário completo:

  • 10/6: governador do Amazonas, Wilson Lima
  • 29/6: governador do Pará, Helder Barbalho
  • 30/6: governador do Piauí, Wellington Dias
  • 1º/7: governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha
  • 2/7: governador do Tocantins, Mauro Carlesse
  • 6/7: governador de Santa Catarina, Carlos Moisés
  • 7/7: governador de Roraima, Antônio Denarium
  • 8/7: governador do Amapá, Waldez Góes.

Fonte: Correio Braziliense.

------------------

ATUALIZAÇÃO DA MATÉRIA ÀS 14H34.



A Comissão Parlamentar de Inquérito decidiu convocar Marcos Rocha no dia 26 de maio. Essa convocação do governador é uma reivindicação principalmente dos senadores governistas, onde alegam que a CPI deve investigar supostos casos de corrupção nos estados envolvendo recursos para combate à pandemia.

Além de Rondônia, à época foram convocados os governadores do Amazonas, Pará, Distrito Federal, Tocantins, Santa Catarina, Roraima, Amapá, Piauí e do ex-governador do Rio, Wilson Witzel.

Segundo calendário obtido pela rádio CBN Porto Velho, Marcos Rocha será o último dos governadores a prestar depoimento, em 9 de julho, uma sexta-feira. O governo de Rondônia informou não ter recebido o ofício de convocação para a CPI da Covid.

No fim de maio, governadores de 17 estados e do Distrito Federal acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) contra a convocação dos nove gestores dos estados. Marcos Rocha é um dos chefes do executivo que assina a carta.

De acordo com o Blog do Valdo Cruz, os governadores querem que o Supremo esclareça se CPI pode convocar governador.


Fonte: Por Karina Quadros, CBN Porto Velho.



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário

- Seu comentário é sempre bem vindo!
- Comente, opine, se expresse! este espaço é seu!

- Se quiser fazer contato por e-mail, utilize o redacaor1rondonia@gmail.com